Connection Information

To perform the requested action, WordPress needs to access your web server. Please enter your FTP credentials to proceed. If you do not remember your credentials, you should contact your web host.

Connection Type

Mulheres com abortamento espontâneo recorrente de causa imune tendem a compartilhar maior número de antígenos leucocitários humano (HLA) com os maridos. Isso inibe que a mulher produza anticorpos assimétricos (IgG) que protegeriam o feto.

O teste de diagnóstico “cross match” negativo é padrão. O objetivo do tratamento é positivar o “cross match”. O tratamento imunoterápico nos linfócitos paternais modificariam o “cross mach” para positivo e poderiam induzir a produção maternal de anticorpos assimétricos.

No tratamento, as mulheres recebem uma dose de leucócitos (linfócitos paternais), por via intradérmica, a cada 15 dias. O casal é instruído a evitar gravidez e tomar cuidados preventivos contra doenças sexualmente transmissíveis. Após três injeções, um novo teste de diagnóstico é realizado e, caso o diagnóstico “cross match” seja positivo, a gravidez ficaria indicada. Durante os três primeiros meses de gravidez, uma aplicação deve ser feita a cada quinze dias.

Mulheres com doenças autoimunes e síndrome antifosfolipídios não podem realizar a terapia.

AGENDE UMA CONSULTA!

Un. Botafogo

Rua Sorocaba, 302

(21) 2286. 3540
(21) 2286. 9914

2º à 6º feira das 8h – 18h

Un. Ilha do Governador

Est. do Galeão, 2791

(21) 3353. 1641
(21) 3353. 1642

2º à 6º feira das 10h – 19h

ENTRE EM CONTATO

CONECTE-SE CONOSCO

Contact Us

We're not around right now. But you can send us an email and we'll get back to you, asap.

0